< Back

Sem revisão, instalações elétricas antigas representam risco à segurança dos imóveis

Coordenadora de Saúde e Segurança da Energisa lista problemas mais comuns

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: DIVULGAÇÃO - Superaquecimento de tomadas e equipamentos pode ser um sinal de que instalações precisam ser revisadas por um profissional

Da Reportagem Local
Publicado em 11/12/2021

A tecnologia trouxe praticidade para o dia a dia das pessoas. Nos últimos anos, novos e potentes equipamentos, eletrodomésticos e eletrônicos foram integrados à rotina das residências e comércios. Isso acende um alerta principalmente em relação às construções mais antigas.

“Muitas pessoas não se dão conta de que algumas instalações elétricas não comportam a demanda dos equipamentos. Essa dissonância é um risco à segurança, podendo causar sobrecarga e, consequentemente, um curto-circuito, choque elétrico e até incêndio”, alerta a coordenadora de Saúde e Segurança da Energisa Sul-Sudeste, Juliana Volpi Favaretto.

“Não basta ter uma tomada para ligar os aparelhos. Benjamins, conhecidos como ‘Ts’ e extensões podem ocasionar sobrecarga na rede elétrica do imóvel. Por isso é tão importante obter um parecer técnico que assegure as condições das tomadas e da fiação do imóvel, além de certificar de que a demanda dos equipamentos que vão se ligados na residência corresponde à carga disponível na unidade consumidora”, acrescenta.

Juliana ressalta que as instalações antigas costumam dar alguns sinais de que precisam ser trocadas. Ignorar esses sinais, protelar ou improvisar adaptações na rede de energia pode custar bem caro. “Além de aumentar a conta de energia, instalações elétricas com problemas podem trazer consequências ainda mais graves, que colocam em risco a vida de quem amamos. Quando o assunto é eletricidade, não se pode vacilar”, enfatiza Juliana.

Quanto aos sinais de que a instalação elétrica precisa de revisão técnica, a coordenadora de Saúde e Segurança da Energisa lista os mais comuns e reforça a urgência de acionar um eletricista profissional para resolver o problema: fique atento se perceber o aquecimento de interruptores e tomadas; repare se lâmpadas e chuveiros estão queimando com frequência.

Instalações irregulares também podem causar o desligamento repentino e frequente de equipamentos, mesmo quando não há situações de falta de energia; atenção ao aumento na temperatura dos fios dos equipamentos. Não ignore se os disjuntores estão desarmando com frequência.