< Back

Polícia Militar reforça fiscalização nas rodovias no feriado prolongado

Trabalho será desenvolvido em conjunto com as concessionárias, DER e Artesp

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: DIVULGAÇÃO - Efetivo da PM atuará nos mais de 5.409 km da malha rodoviária paulista

Da Reportagem Local
Publicado em 11/11/2021

O 3º Batalhão de Polícia Rodoviária, juntamente com o Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), segmento especializado da Polícia Militar do Estado de São Paulo, realizará a Operação 'Proclamação da República 2021' entre os dias 12 e 15 de novembro. Serão feitas ações de policiamento com intuito de proporcionar segurança aos usuários das rodovias paulistas.

O 3º BPRv estará presente, com todo o efetivo operacional nos mais de 5.409 km da malha rodoviária na região de Araraquara, Rio Claro, Catanduva, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto, direcionado às áreas de incidência criminal e de sinistralidade viária, de forma a aumentar a percepção de segurança de todos os viajantes.

O trabalho será desenvolvido de forma conjunta com as concessionárias de rodovias, DER, Artesp e outros parceiros.

“A atuação do Policiamento Rodoviário buscará sedimentar condições de trafegabilidade cada vez mais seguras, conscientes e humanizadas, com foco na fiscalização da questão comportamental do motorista, posto que a falha humana constitui-se como a principal causa de sinistros de trânsito (90%, segundo a OMS)”, ressalta o comando da PM.

A prioridade será coibir as infrações de trânsito relacionadas à embriaguez ao volante – que prevê punição ao motorista com multa e suspensão do direito de dirigir – observação dos limites de velocidade e uso indevido do celular ao volante, que ocasiona distração visual e cognitiva do condutor, bem como a perda completa da atenção na condução do veículo.

Estão previstas, ainda, ações de orientação e abordagens educativas a pedestres e ciclistas em locais de risco.

“No período noturno há maior risco de atropelamentos de pedestres pela carência de iluminação e ao mesmo tempo, alguns pedestres, ainda insistirem em cruzar as vias em regiões de alto volume de tráfego”, detalha a PM.