< Back

Padroeiro de Catanduva, São Domingos é homenageado com carreata e missa na Matriz

Para celebrar a data, será realizada missa solene pelo bispo Dom Valdir Mamede

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: O REGIONAL - São Domingos de Gusmão foi canonizado pelo Papa Gregório IX em 1234

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

É celebrado neste domingo, dia 8 de agosto, o dia de São Domingos de Gusmão, padroeiro de Catanduva e também da Diocese. Diversos locais e instituições do município levam o nome do santo: o rio que corta a cidade, um dos maiores hospitais do município, empresas e também a Igreja Matriz.

Quem relembra a trajetória de São Domingos é o padre Fábio Pagotto. “Hoje lembramos aquele que, ao lado de São Francisco de Assis, marcou o século XIII com sua santidade vivida na mendicância e no total abandono em Deus e desapego material. São Domingos nasceu na Espanha em 1170, e pertencia à alta linhagem dos Gusmão. Homem de oração, penitência e amor à Palavra de Deus, São Domingos acolheu o chamado de Deus e foi ordenado padre no ano de 1203. Já́ no ano seguinte, ele seguiu para Roma a fim de obter do Papa licença para evangelizar os bárbaros na Germânia. No entanto, o Papa Inocêncio III orientou-o para a conversão dos Albigenses que infestavam todo o Sul da França com suas heresias. Desta forma",

O sacerdote acrescenta que "Domingos fez do sul da França o seu principal campo de ação. Quando os hereges se depararam com a verdadeira pobreza evangélica de São Domingos de Gusmão, muitos aderiram à Verdade, pois nesta altura já́ nascia, no ano de 1215 em Toulouse, a primeira casa dos Irmãos Pregadores, também conhecidos como Dominicanos (cães do Senhor) que na mendicância, amor e propagação do Rosário da Virgem Maria, rígida formação teológica e apologética, levavam em comunidade a Véritas, ou seja, a verdade libertadora. São Domingos de Gusmão entrou no Céu com 51 anos e foi canonizado pelo Papa Gregório IX, em 1234. Ele é padroeiro de toda a Diocese de Catanduva, de nosso município e de nossa Paróquia.”

Para celebrar a data, será realizada missa solene pelo bispo Dom Valdir Mamede, a partir das 10 horas, na Igreja Matriz, seguida por carreta pelas ruas da cidade. As demais missas do domingo seguirão em horários normais na paróquia, às 8h, 18h e 19h30.