< Back

OBRAS
Hospital Emílio Carlos recebe R$ 1,3 milhão
em investimentos para reforma da Ala Amarela

Espaço será reestruturado para atendimento de doenças respiratórias

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: Comunicação FPA - Reforma da Ala Amarela está em andamento desde o início de julho

Guilherme Gandini
Editor-Chefe

Começou este mês a reforma da Ala Amarela (C3 Ímpar) do Hospital Emílio Carlos. A revitalização, orçada em R$ 1,3 milhão, contará com recursos obtidos pela Associação de Assistência ao Hospital Emílio Carlos (AEC) junto às empresas, pessoas físicas e famílias, totalizando R$ 450 mil, e investimentos da Fundação Padre Albino de R$ 850 mil.

O espaço será reestruturado para se tornar uma ala específica para atendimento de doenças respiratórias, como o caso do novo coronavírus.

“Essa reforma teria os mesmos moldes das alas já reformadas C2 Ímpar (Azul) e C2 Par (Roxa), mas, conforme a nova demanda apontada pela Fundação Padre Albino de ter dentro do Hospital Emílio Carlos uma ala específica para atendimento de doenças respiratórias, foi necessário alterar o projeto, construir mais banheiros, deixar apenas dois leitos por quarto, executar um novo projeto elétrico para que seja possível instalação de sistema de ar condicionados, entre outras alterações”, explica Marcelo Gimenes, presidente da AEC.

Segundo ele, como o recurso captado de empresas, pessoas e famílias já estava definido para o projeto inicial, que tinha valor menor que o atual, a Fundação Padre Albino comprometeu-se a completar a diferença do investimento. “Faremos desse projeto uma senhora ala que ajudará muitos pacientes de nossa cidade e de toda a região.”

O presidente da diretoria executiva da Fundação, Reginaldo Donizeti Lopes, ressaltou o espírito voluntário, abnegado e empreendedor dos membros da AEC. “Agradeço o trabalho da AEC durante todos esses anos de parceria, aos empresários, pessoas e famílias que ajudaram para a reforma dessa ala, que será de extrema importância para a população de Catanduva e região, assim como as outras duas alas já reformadas”, completou Reginaldo.

A entrega da obra está prevista para 17 de dezembro. Os trabalhos estão sendo executados pela RAC – Construtora e Serviços Eireli e contemplam reforma de quartos, sanitários e posto de enfermagem. A nova Ala Amarela, com 24 leitos, atenderá pacientes pelo SUS.