< Back

Independência do Brasil marca ruptura com Portugal em movimento político elitista

Professor de História explica a importância do 7 de Setembro na história do país

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: DIVULGAÇÃO - Brasileiros comemoram a ocasião em que Dom Pedro proclamou a independência do Brasil

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

A celebração da Independência do Brasil, nesta terça-feira, advém da data em que o Brasil se tornou independente de Portugal, o que aconteceu em 7 de setembro de 1822. Popularmente conhecido como '7 de Setembro', é um feriado nacional também chamado de Dia da Pátria.

Os brasileiros comemoram a ocasião em que Dom Pedro proclamou a independência do Brasil gritando "independência ou morte", ato que ficou conhecido como o Grito da Independência ou Grito do Ipiranga, porque foi dado às margens do riacho Ipiranga, em São Paulo.

Em entrevista ao Jornal O Regional, o professor de História, Thiago Baccanelli, explicou a importância do 7 de Setembro para o Brasil. “A importância reside no fato do desligamento político do Brasil em relação à Portugal, pelo menos no campo legal. O que não podemos considerar é uma visão romântica da independência, como se ela fosse um processo maravilhoso, de transformação social, o que fato não aconteceu.”

Baccanelli relembra os fatos ocorridos em 7 de setembro de 1822: “Foi uma história elitista, sem a participação popular. A ruptura com Portugal não trouxe importantes transformações econômicas ou sociais para o Brasil. No âmbito externo, os ingleses aumentaram seus domínios sobre o novo país. Já no campo interno, a escravidão permaneceu e a maioria da população não aderiu a direitos de participação política nem a melhores condições sociais".

E acrescenta que "em 7 de setembro de 1822, durante uma viagem à província de São Paulo, o príncipe recebeu uma mensagem de seu conselho de ministros, onde Lisboa ordenava seu retorno imediato a Portugal. Segundo vários relatos, os ministros também o aconselhavam a proclamar a independência, fato que foi consumado por Dom Pedro.”

Além disso, diz o educador, outras motivações colaboraram para o desfecho. “Na verdade, dentro do contexto da época, já circulavam ideias de separação em todo o continente americano, influenciadas, principalmente, pelo Iluminismo. No caso específico do Brasil, a independência vem ao encontro de uma percepção da elite, onde os portugueses queriam restabelecer laços coloniais com o Brasil. E quando essa relação foi ganhando espaço e ficou insustentável, a separação surgiu como opção política. O príncipe regente se convenceu disso também, influenciado por um grupo ao seu redor, e declarou a independência.”

NOMES EM CATANDUVA

Além da rua 7 de setembro, uma das principais artérias viárias da cidade, Catanduva teve em sua história o Clube 7 de Setembro – outra homenagem à data histórica.

“Na verdade, muitas datas históricas acompanham prédios, ruas e praças, em vários lugares do mundo. No que diz respeito ao Clube Sete de Setembro, acredito que a nomenclatura seja mais ligada à importância do fato, do que a sua criação, em 1917”, aponta Baccanelli.