< Back

Consultor financeiro orienta quem quer entrar no mundo dos investimentos

Especialista simplifica os primeiros passos para a entrada no universo financeiro

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: Divulgação / MP Press Global - Karam é uma das 700 pessoas com Certificado Nacional do Profissional de Investimento

Da Reportagem Local
Publicado em 24/10/2021

Investimentos, taxas, índices e bolsa de valores podem parecer um universo extremamente complexo para quem observa de longe. Essa é uma das razões que acabam afastando as pessoas dos investimentos e, por consequência, as privam de sequer descobrir os inúmeros benefícios que existem por trás de aplicações financeiras bem realizadas.

O consultor financeiro César Karam acredita que todos têm capacidade de investir e, ainda, que com mais pessoas entendendo sobre investimentos e finanças, todo o cenário econômico brasileiro pode ser significativamente alterado. Por isso, ele resolveu simplificar as principais dúvidas sobre o vasto universo financeiro.

Para Karam, o primeiro passo para começar a investir é procurar uma corretora e abrir uma conta, após isso deve-se realizar um teste de perfil para descobrir o estilo de investimentos que será mais confortável realizar. “Hoje em dia tá tudo muito mais fácil, é tudo online, você vai ter acesso a uma plataforma onde você vai conseguir fazer suas ordens de compra ou de vendas”, explica.

Preocupações como uma possível falência das corretoras também estão no imaginário de quem está iniciando. Por isso, Karam alerta para a importância de se ter uma corretora regulamentada,

“Se a sua corretora for regulamentada, você fica assegurado e seus investimentos vão ser trocados por uma outra corretora. Porém, há um risco de perder dinheiro se o seu dinheiro estiver parado na conta da empresa. Então, se você mandou dinheiro para a corretora, invista.”

Os investimentos mais comuns podem ser divididos entre os de renda fixa e os de renda variável. Nos de renda fixa, pode-se destacar o tesouro direto, por exemplo. Já nos de renda variável, as ações são as mais conhecidas.

“No fundo, os investimentos de renda fixa são para quem é conservador e quer correr poucos riscos. Já a renda variável, você não sabe quanto de rentabilidade você vai ter, tanto você pode performar muito melhor do que imagina, como você pode entrar em um momento ruim da economia e perder dinheiro”, explica Karam.

O consultor defende que existem estratégias que auxiliam para que os investimentos sejam feitos da melhor forma possível e se adaptem aos objetivos e limitações de cada investidor. “Procure fazer investimentos com o risco controlado, tenha uma boa estratégia e, no longo prazo, você vai ganhar muito dinheiro”, afirma.

QUEM É

Formado em administração de empresas e com especialização na área de investimentos, César Karam estudou a fundo a Bolsa de Valores, e hoje possui grande conhecimento sobre esse mercado. Participou de cursos específicos, formação em coaching e PNL, concluiu um MBA na Fundação Getúlio Vargas e desenvolveu seu próprio método de investimentos.

É uma das 700 pessoas no Brasil a ter o Certificado Nacional do Profissional de Investimento, que é um reconhecimento obrigatório para profissionais que atuam no mercado financeiro.