< Back

Conselho Regional de Engenharia programa força-tarefa em Catanduva e região

Objetivo é fiscalizar o exercício profissional em 16 municípios

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: DIVULGAÇÃO - Operação do Crea-SP na região envolverá 14 agentes fiscais

Da Reportagem Local

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) dará início a uma força-tarefa de fiscalização do exercício profissional em Catanduva e região. Com caráter orientativo e preventivo, a força-tarefa tem como objetivo garantir a presença de profissionais habilitados à frente das atividades abrangidas pelo Conselho.

Entre os dias 8 e 10 de setembro, serão realizadas 178 diligências em serviços e obras de Engenharia, Agronomia e Geociências em 16 municípios. A ação terá como foco postos de gasolina, usinas de açúcar e álcool, empresas geradoras de energia destas usinas, empresas de serviços de engenharia e construção, e empresas de instalação e manutenção elétrica. Participam da operação 14 agentes fiscais do Crea-SP.

De 2015 a 2020, as ações de fiscalização do Crea-SP aumentaram cerca de 300%. O crescimento se deve ao uso das tecnologias para apoio à fiscalização, com pesquisas e apurações remotas antes dos agentes fiscais irem a campo e, também, à adoção do modelo das forças-tarefas em todo o Estado.

No primeiro semestre de 2021, o Crea-SP registrou cerca de 105 mil ações fiscalizatórias. A expectativa é alcançar 200 mil ações até dezembro.

SOBRE O CREA-SP

O Crea-SP é responsável por fiscalizar o exercício profissional para que exista sempre um responsável técnico habilitado e registrado à frente das atividades abrangidas pelas Engenharias, Agronomia e Geociências, com foco na segurança da sociedade e dos profissionais.

Instalada há 87 anos, a autarquia federal também faz o controle, orientação e aprimoramento do exercício e das atividades profissionais. O órgão está presente nos 645 municípios do Estado, conta com cerca de 350 mil profissionais registrados e 75 mil empresas registradas.