< Back

Apae Catanduva inicia atividades em celebração ao mês da inclusão social

Objetivo é aumentar a visibilidade das pessoas com deficiência e conscientizar

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: APAE Catanduva - Programação começou em 1º de setembro e prossegue até o dia 25
Myllaynne Lima

Da Reportagem Local

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Catanduva deu início à grade de atividades em comemoração ao 'Setembro Verde', reforçando a importância da acessibilidade e da inclusão da pessoa com deficiência.

O objetivo da ação é aumentar a visibilidade das pessoas com deficiência e conscientizar a população sobre a importância da inclusão social.

A Apae Catanduva iniciou a programação no dia 1º de setembro e as atividades seguem até o dia 25. Entre os dias 1 e 4, os alunos vão desenvolver atividade de decoração na Apae.

De 5 a 11, serão realizadas brincadeiras em família. Já de 12 a 18, os alunos vão desenvolver a atividade ‘arte em casa’ e, nos dias 19 e 25, será realizado o plantio de árvores e uma carreata.

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado anualmente em 21 de setembro, foi instituído por movimentos sociais em 1982, com intuito de promover e debater a inclusão social, porém, a data só foi oficializada no Brasil pela lei nº 11.133, em 14 de julho de 2005.

Números

Com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), no Brasil são mais de 45 milhões de pessoas que possuem algum tipo de deficiência, ou seja, se o País tivesse 100 pessoas, sete teriam deficiência motora, cinco teriam deficiência auditiva e 19 teriam deficiência visual.

A Lei Brasileira de Inclusão (LBI) considera pessoa com deficiência aquela que tem alguma restrição de longo prazo, seja de natureza física, intelectual, mental ou sensorial, enfrentando, assim, algumas barreiras na participação em sociedade.